• Natal 2008
Sexta, 04 Março 2016 03:06

PIB brasileiro encolhe 3.8% em 2015

No quarto trimestre de 2015, o PIB brasileiro encolheu 5,9% com relação ao mesmo período do ano anterior, acumulando queda de 3,8% no acumulado de 2015. Para o comércio, essas variações foram de -12,4% e -8,9% respectivamente.

O PIB brasileiro manteve em 2015 a trajetória de recessão iniciada no ano anterior. Os dados do PIB para o quarto trimestre de 2015 são os seguintes:

  1. Frente a igual trimestre de 2014: -5,9%;
  2. Frente ao 3º trimestre: -1,4%, com ajustes sazonais;
  3. Acumulado em 4 trimestres: -2,54%;
  4. Acumulado no ano: -3,8%.

 

Pelo lado da despesa, o estímulo mais negativo foi das Importações e dos Investimentos, que recuaram 20,1% e 18,5%, respectivamente, em comparação com o mesmo trimestre do ano anterior. Nessa mesma base de comparação, o único componente a crescer foram as Exportações, que variaram em 12,6%. favorecidas pela desvalorização do Real.

Pelo lado da produção, as maiores quedas foram no comércio e na indústria de transformação, que variaram -12,4% e -12,0%, respectivamente, na comparação do quarto trimestre de 2015 com o mesmo trimestre de 2014. Nessa ótica, os únicos setores que apresentaram variação positiva foram a agropecuária (0,6%) e a construção civil (1,4%).

Considerações da Assessoria Econômica

O quarto trimestre de 2015 é o sétimo consecutivo da atual recessão brasileira, segundo o CODACE (Comitê de Datação de Ciclos Econômicos). No ano de 2015, o PIB brasileiro apresentou queda real de 3,8%, o que representa a pior variação desde 1990. Essa variação era esperada pelo mercado, segundo os dados de expectativa coletados pelo Banco Central. Embora o relatório Focus (de 26/02/2016) aponte encolhimento do PIB em -3,45% para 2016, a expectativa para 2017 é de crescimento tímido (0,5%).

A recessão brasileira atual, que decorre principalmente de fatores internos e políticos, consiste em uma das piores crises da história brasileira, A crise política, um dos fatores que mais agrava o cenário brasileiro, tem piorado a opinião internacional sobre o país (como a perda recente do grau de investimento pelas maiores agências de risco do mundo), além de deteriorar ainda mais a situação brasileira. Um fator interno muito afetado pela crise política atual é a confiança do consumidor, que, por sua vez, é um determinante muito significativo do desempenho do varejo.

Fonte: CDL Poa.     

 
Ler 770 vezes

Santa Casa de Misericórdia

Departamento de Desenvolvimento Empresarial

Calendário ACI-CDL

Março 2019 Próximo mês
D S
week 9 1 2
week 10 3 4 5 6 7 8 9
week 11 10 11 12 13 14 15 16
week 12 17 18 19 20 21 22 23
week 13 24 25 26 27 28 29 30
week 14 31

Painel Associados